Prêmio Viktor Frankl

O PRÊMIO

O Prêmio Viktor Frankl será concedido, a cada dois anos, pela ABLAE, a pessoas ou grupos que contribuíram significativamente, no âmbito teórico ou prático, para o desenvolvimento da Logoterapia e Análise Existencial no Brasil.

O primeiro prêmio foi concedido à Dra. Izar Aparecida de Moraes Xausa, em reconhecimento a sua obra e pioneirismo na constituição da Logoterapia no Brasil.

A entrega foi feita em solenidade durante o VII Congresso Brasileiro de Logoterapia e Análise Existencial, que aconteceu na cidade de Porto Alegre (RS), nos dias 7 a 9 de novembro de 2014.

Leia aqui entrevista concedida pela Dra. Izar Xausa

Em 2016, o prêmio foi concedido ao prof. Dr. Gutenberg Germano Barbosa, em reconhecimento a sua contribuição para o desenvolvimento da Logoterapia e Análise Existencial.
A entrega do prêmio foi realizada durante o VIII Congresso Brasileiro de Logoterapia e Análise Existencial, que aconteceu na cidade de São Luís (MA), nos dias 13 a 15 de novembro de 2016.

HOMENAGEM AO PROFESSOR DOUTOR GUTENBERG GERMANO BARBOSA

Há professores que se constituem doutores pelo acúmulo de especializações, mestrados e doutorados; pela somatória de publicações e pela vida dedicada às produções acadêmicas em pouca, média ou larga escala. Estes doutores existem aos montes espalhados pelo mundo, cujos nomes povoam congressos, simpósios, encontros, seminários, colóquios, sem muitas vezes estarem presentes nestes eventos. São doutores que privilegiam números, em detrimento da qualidade. Acumulam certificados e se vangloriam por isto e muito mais.

Entretanto, há doutores que se fazem doutores pela dedicação a uma causa, que extrapolam os meios acadêmicos e encarnam o saber em sua vida pessoal. São doutores que recebem o nome das mãos do destino, iluminam almas e tornam-se exemplos para os discípulos visíveis e ocultos. São missionários muito mais que doutores. Pontuam verbos e vivências fincadas em propósitos acima das produções científicas. O professor Gutenberg é um desses doutores que o título cabe nele ou, que o título foi feito para ele.

De origem camponesa, intitula-se homem do sítio, criado no sítio e que ainda vive no sítio. “Riacho do Meio” é seu lugar, e sempre o foi, mesmo diante do clima efervescente intelectual do Rio de Janeiro no início da década de 70. Teve sua formação acadêmica no Clube Naval e na Escola de Belas Artes, no Rio, quando conheceu o renomado filósofo Huberto Rohden. No final dos anos 70 o jovem Gutenberg conheceu os pensamento de Viktor Emil Frankl.

Em 1988 retorna à Campina Grande, na condição de professor efetivo da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), e tão logo dá os primeiros passos à logoterapia na Serra da Borborema, consciente que ali se fundavam os pilares desta abordagem em todo o nordeste brasileiro. Em 1991 realiza a primeira semana de psicologia, com a presença da logomadrinha Izar Aparecida Xausa, que mais tarde iluminou-nos em 1993, 1995 e 2007, bem como as presenças de Roseane Barone Marx, Heloísa Reis Marino, Omar Lazarte e Javier Estrada. Em 1992 o professor Gutenberg implanta a logoterapia enquanto disciplina acadêmica na UEPB; um ano mais tarde institui o estágio supervisionado em Logoterapia. Em 1993 o professor, em assembleia, cria o Núcleo Viktor Frankl de Logoterapia, aprovado pelo Conselho Superior da UEPB em março de 1994. Em 1995 tive eu a oportunidade de fazer a formação nesta abordagem, sob a supervisão do professor Gutenberg.

Do primeiro plantio até hoje, decorrem 24 anos de Logoterapia e Análise existencial em Campina Grande, cujas sementes estenderam-se a João Pessoa – PB, Maceió – Al, São Luís – Ma, Quixadá – CE, e tantos outros recantos do nordeste do Brasil. Sem exageros, calcula-se que mais de 450 graduandos e pós-graduandos tiveram a oportunidade de receberem os ensinamentos deste homem do sítio, do Riacho do Meio, um grande intelectual que hoje.

Obrigado professor Gutenberg, cuja missão reverberou e chegou até nós, neste VIII Congresso Brasileiro de Logoterapia e Análise Existencial e V Encontro Latino Americano Humanístico – Existencial: Logoterapia. Dos tão poucos doutores que receberam títulos pelo movimento e incansável missão de formador, você é um deles: professor doutor Gutenberg Germano Barbosa.

Obrigado querido amado professor. O Núcleo Viktor Frankl de Logoterapia da Universidade Estadual da Paraíba lhe presta esta homenagem honrosa.

Campina Grande, Paraíba, 07 de Outubro de 2016.
Gilvan de Melo Santos – Coordenador do Núcleo Viktor Frankl de Logoterapia da UEPB.